sábado, 2 de abril de 2011

O tic-tac da decisão

Liderado por Joycinha, Vôlei Futuro
conquista vaga inédita à semi-final
Macaé e Vôlei Futuro levaram 2 horas e 26 minutos de jogo EM ANDAMENTO para travar a 2ª partida das quartas de final. Não me recordo em ter visto um set com 45 minutos nessa Superliga, principalmente feminina. E foi assim que o Vôlei Futuro venceu o Macaé. Agora sim, não foi fácil para o time paulista! As japonesas da nossa Superliga estavam lá, incríveis! O jogo começou relativamente calmo, Ana Cristina foi distribuindo em paz. Mas de repente... O saque começou a funcionar. As ponteiras do time de Araçatuba não se acertavam na recepção, tomavam alguns bloqueios, atacavam pra fora. Ana Cristina pegou um banquinho, pensou e decidiu: vou dar bola pra minha atacante mais eficiente! Se você analisar essa situação, ela mereceu o VivaVôlei. Se as bolas repetitivas pela entrada contarem pontos, ele seria da oposta do time, que fez por merecer. Que evolução de Joycinha nessa temporada! O jogo aperta, é bola pra ela e invariavelmente, ela vira. Foram 23 pontos da oposta, 20 de ataque. 2 bolas pra fora, 2 ataques bloqueados, Joyce vive um bom momento e é a principal arma do time do Vôlei Futuro. Não muito atrás, vem potência, Tandara e logo depois todo o brilhantismo de Paula Pequeno. Arrisco-me a dizer que essa é uma das melhores duplas de ataque da Superliga em si, mas quando o assunto é recepção... O saque de Macaé foi atrevido, "machucou" as ponteiras e Sykora também não teve uma noite muito inspirada para que assumisse maior parte da quadra. Andressa teve participações importantes, bloqueios providenciais. Um tiro no escuro de William, uma jovem, sem bagagem, trazida de Belo Horizonte se destacando em momentos importantes de um jogo decisivo. Deu certo! Fabiana marcou 15 pontos. Seria estranho pra uma central, mas mais estranho ainda, seria dizer que é estranho para Fabiana. Daqui pra frente, O Vôlei Futuro vai ter que ser rígido com seu passe. Vem boas sacadoras por aí...

Em 6º lugar, Macaé

Mari Paraíba foi a maior pontuadora
de Macaé nos dois confrontos das
quartas de final
Time GUERREIRO, time lutador, encardido, grande defensor! Macaé é sem dúvidas o maior orgulho dessa temporada, pouco investimento e grandes resultados. Ele se foi, mas deixou o nome de guerreiro em sua sexta colocação. Verdade seja dita, não seria surpresa vê-las na semi-final. Mas pegaram um Vôlei Futuro embalado, definindo e encerraram sua participação. Alexandre Ferrante falou bem "elas não abaixaram a cabeça". Macaé naão se entregou, respirou até o último segundo, defendeu o que pôde. Se me permitem uma comparação, a mais alta dentre as titulares de Macaé é a central Fernanda Ísis, com 1,83m. A mesma altura da levantadora Fabíola do Pinheiros. Os 1,75m de Gabriela, nem se comparam aos 1,85 do ponto mais "frágil" do bloqueio do Unilever, a carioca Dani Lins. Aí vocês podem se perguntar, um time tão baixo, ter jogado tão bem contra times grandes? Volume de jogo! Sempre tem uma jogadora, pequenininha, ágil, esperta no fundo de quadra esperando a pancada. Pequenas sim, não más atacantes! É o caso do destaque de Macaé, a ponteira Mari Paraíba, com 1,80m, 12 pontos na última partida da equipe. Braço pesado, velocidade, alterna magníficas e horrendas bolas. Cresceu, no ataque e principalmente na recepção. No primeiro jogo Monique havia marcado 3 pontos. No segundo foram 12! Fernanda Ísis também se destacou, deu 3 tocos nas paulistas e trabalhou em belas chutadas, veloz! Quem não conhecia, sabe agora que Marcelinha, líbero experiente é também grande na função das pequeninas. A estrela fica mesmo com Gabi e seus 1,75m. No meio da temporada veio como um chute para a titularidade. O time se encontrou e de lá ela não saiu. Jovem, baixa, do braço pesado, brilhante! Peça-chave para derrubar os gigantes, deu seu nome na temporada. E é só! Um time aguerrido deixa a Superliga e deixa também sua marca na Superliga. As "japonesas" da Superliga...  

Macaé 1 x 3 Vôlei Futuro
Maiores Pontuadoras: Joycinha (23) e Tandara (16) do Vôlei Futuro
Troféu VivaVôlei: Ana Cristina, levantadora do Vôlei Futuro

Nenhum comentário:

Postar um comentário