terça-feira, 5 de abril de 2011

Atletas se solidarizam com Michael

Central do Vôlei Futuro
foi ofendido pela
torcida do Cruzeiro
Na última sexta-feira, o Sada Cruzeiro recebeu o Vôlei Futuro pela primeira partida da semi-final. Durante o embate, os torcedores do Cruzeiro gritavam ofensas homofóbicas a Michael, cada vez que ele efetuava algum fundamento pelo seu time. A confusão tomou rumo maiores, os fãs do esporte ficaram revoltados e resolveram reivindicar e apoiar Michael. Como atitude, o Vôlei Futuro publicou uma nota oficial sobre o ocorrido, onde disse que Michael processará o grupo cruzeirense. 

Acima da rivalidade entre os times, a humilhação que Michael sofreu, chamou a atenção de todos, inclusive de algumas atletas. Acompanhe abaixo, declarações virtuais das opostas do Vôlei Futuro e do Praia Clube, Joyce GomesDaymi Ramirez, respectivamente.


Oposta apoiou o companheiro da
equipe masculina via Twitter
"Gente gostaria da oportunidade pra falar sobre o q aconteceu com o Michael em Minas. Simplesmente a Torcida desrespeitou nosso companheiro! Preconceito não tá com nada, é crime, pena isso ter acontecido no voleibol onde temos tantas alegrias. Nunca pensei presenciar isso... Lamentável." 

Joyce Gomes, por Twitter.


Oposta cubana, se aliou à
"batalha" em apoio a Michael
"Me junto à luta conta a homofobia e apoio ao Michael. É uma pena e uma vergonha a atitude da torcida do Cruzeiro, estamos no século 21 e o respeito pelo ser humano é importante... Eu o admiro porque é um jogador que se entrega em quadra e dá o melhor de si, e como pessoa eu o admiro em dobro. Sinto muito por a torcida do Cruzeiro ter a cabeça tão fechada, é uma pena. Esparamos que isso não se repita."

Ramirez concluiu ainda, em novo post: "Estas atitudes feias, nunca devem acontecer sem ter consequências. Espero que se faça algo a respeito, pessoas assim não deveriam entrar nos ginásiso de vôlei. O esporte é um espetáculo para ser apreciado e não para gritar em público o que frente a frente não é capaz de se dizer. Repito, espero que nunca mais se repita..."

Daymi Ramirez, por Facebook. (ao dono deste blog)


O VÔLEI FÃMINIO repudia qualquer tipo de preconceito e lamenta por esse fato dentro das quadras de voleibol. Além é claro, de enaltecer às atletas que o apoiam. Parabéns meninas, felicitaciones chicas!

Um comentário:

  1. Valeu Joycinha e Daymi Ramirez. Diferente do futebol que infelizmente as torcidas só ficam satisfeitas, quando agridem verbal e fisicamente outras torcidas, o voleibol, e outros esportes primam pela plastica, pelas jogadas, e pelo nivel dos atletas. Não importa quem ganhe, pois o nivel é muito alto, tanto no masculino quanto no feminino, mas respeito é muito bom e deve prevalacer.

    ResponderExcluir